Quinta, 02 22nd

Last updateSeg, 03 Jul 2017 6am

Cresce número de estrangeiros em cursos de português no Rio Destaque

By
Ler 942 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

Cresce número de estrangeiros em cursos de português no Rio

Demanda é grande por conta dos estrangeiros da indústria de óleo e gás.
Empresas oferecem o ensino do idioma a seus profissionais expatriados.

 

 

Alunos estrangeiros do curso Plan num passeio à Pedra Bonita (Foto: Divulgação/Curso Plan)

 

O apagão de mão de obra, citado por diferentes segmentos da indústria, tem levado as empresas à importação de profissionais estrangeiros, situação que, por sua vez, impacta outra ponta dessa cadeia produtiva: a demanda por aulas de português para estrangeiros aumenta, exigindo cada vez mais professores para ensinar aos expatriados o idioma português e o modo de vida brasileiro.

 

Ângela Branco, diretora do Plan Idiomas Direcionados, curso criado em 1986 direcionado para o segmento profissional corporativo, afirma que tem 15 vagas para professores de português par estrangeiros para preencher. O curso tem mais de 500 alunos estrangeiros aprendendo português e 50 professores, uma média de 10 alunos por professor. No total, incluindo outros idiomas, o curso tem 120 professores.

 

Segundo Ângela, em dez anos a demanda pelo curso de português para estrangeiros aumentou mais de 100% e o nosso idioma é hoje o segundo mais procurado na empresa.

 

“Atualmente português é o segundo idioma mais procurado, perdendo apenas para o inglês, o idioma universal do mundo dos negócios. Essa grande demanda é resultado da grande demanda de mão de obra qualificada. As empresa, quando contratam o profissional estrangeiro,  oferecem no pacote de benefícios o ensino do idioma para ele e sua família”, diz Ângela.

 

Segundo a diretora, o professor de português para estrangeiros tem que ter flexibilidade de horários, porque as aulas são individuas, na empresa ou na casa do profissional. E também tem que personalizar as aulas, respeitando as diferenças culturais do aluno.

 

“Português representava 10%, no máximo, 15% da nossa procura. Hoje é o segundo. Com o crescimento da demanda, passamos a ter dificuldade de preencher nossa necessidade de profissionais porque exigimos que tenham qualificação técnica, e damos preferência por que tem experiência em lidar com adultos”, explicou.

 

Os estrangeiros acham tudo no Rio muito caro e as esposas sempre pedem dicas de lugares para fazerem compras mais em conta"
Ângela Branco

 

Ela ressalta que o professor tem que ter bagagem cultural grande, pois não vai apenas ensinar o idioma, mas ambientar os estrangeiros na cultura brasileira considerando as diferenças culturais.

 

Segundo disse, os alunos são na maioria da América do Sul (Venezuela, Colômbia e Argentina), americanos, ingleses, asiáticos e africanos.

 

“É bem variado. Temos duas áreas de ensino: português para hispânicos e para anglo-saxões, com desenvolvimento diferenciado”, explicou.

 

Ela explica que, em geral, as empresas contratantes oferecem ao profissional aulas de português que vão de 70 a 200 horas. Com 70 horas, o aluno já consegue se comunicar e interagir.

 

O curso oferece aulas de vivência do idioma, em que o professor acompanha o aluno, ou a aluna, em situações do dia a dia.

 

“As esposas dos profissionais adoram ir à Saara para comprar mais barato.Em geral, os estrangeiros acham tudo no Rio muito caro e as esposas sempre pedem dicas de lugares para fazerem compras mais em conta”, conta Ângela.

 

Para ela, que tem entre seus clientes empresas como Schlumberger, Chevron, Texaco, Glaxo, Petrobras, Sheraton, Marriott  e Windsor, o boom do português para estrangeiros é a grande oportunidade para os profissionais qualificados.

 

“Antes, só restava seguir a carreira acadêmica, no estado ou o município. Hoje o professor pode preencher 100% de seu horário ensinando português para estrangeiros. E a tendência é aumentar nos próximos anos, pela demanda da área de petróleo e gás. Vai ter um fluxo muito grande de estrangeiros”, disse.

Última modificação em Domingo, 16 Março 2014 12:23

Centro de Suporte

Contato

  • Rua Senador Dantas, 118 - 3 andar
    Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • +55 (21) 2272-5450

Sobre o Plan

Plan Idiomas Direcionados

O Plan Idiomas Direcionados é uma empesa focada no ensino de idiomas estrangeiros e para estrangeiros. Saiba mais sobre nossa história.

Você está aqui: Home Nossa Empresa Plan na Mídia Cresce número de estrangeiros em cursos de português no Rio