Quinta, 02 22nd

Last updateSeg, 03 Jul 2017 6am

Rogerio

Rogerio

Gatos são conhecidos por serem, digamos, menos simpáticos que cachorros. Um estudo realizado por cientistas da Universidade Lincoln, na Nova Zelândia, busca desmistificar essa ideia:

segundo a pesquisa publicada no periódico Behavioural Processes, os felinos possuem expressões faciais das quais os humanos nem fazem ideia.

 

O retorno ao contato com a língua inglesa veio atrelado à mudança de cargo pela qual Allan Pereira passou. O engenheiro químico de formação trocou a área técnica pelas finanças há sete anos. Embora com nível, por ter estudado o idioma aos 10 anos e durante a sua adolescência, Pereira quis se aprofundar para desempenhar, com desenvoltura, funções numa equipe internacional com chefes estrangeiros. Para isso, ele voltou à Plan Idiomas Direcionados (por onde tinha passado em 2005), com o intuito de refinar, ainda mais, a sua conversação e reduzir o seu sotaque. Hoje, como gerente de crédito para a América Latina numa multinacional, Alla Pereira atribui a sua Ascenção ao cargo à dedicação que teve no sentido de ampliar a comunicação para além das fronteiras. 

  _ Na empresa, processos, informações e diretrizes vêm em Inglês. Temos, para isso, uma área de tradução. Mas quando é necessário se expor numa reunião ou receber um visitante que fala língua este idioma, quem não sabe a língua inglesa perde um pouco isso.

Como um executivo brasileiro, vejo que o inglês é necessário do cargo mais baixo ao sênior------- conta.

Após conquista , também, a fluência em espanhol, Pereira esta próximo do nível avançado de alemão e iniciou os estudos de francês. As escolhas foram feitas visando as oportunidades futuras dentro da empresa, por ter sedes nos dois países. É esse estimulo que ele esperava ver nos processos seletivos que vem acompanhando. A preocupação é de encontrar funcionários preparados para o contato direto com setores estrangeiros. O domínio do Inglês é é critério  básico e, por vezes, inegociável, segundo o engenheiro.

- Nos processo seletivos de funcionários ou estagiários, em todas elas, sem exceção, temos uma seção em inglês. Se o estagiário não é fluente, mas consegue se comunicar, tudo bem. Ele ainda tem tempo de se desenvolver. Mas se já for um funcionário, e o inglês não é no mínimo “upper intermediate”, não tem como – diz.

A falta de direcionamento sobre sobre o real nível do idiomas e do que é necessário para usa-lo com desenvoltura, aliado à postura correta, também são questões abordadas os estudos na Plan Idiomas Direcionados, As aulas têm influência do coaching para traçar a melhor estratégia de resultados a curto e a longo prazo. Para a diretoria da filial da Barra da Tijuca, Angela Branco, o perfil do profissional mudou quando comparado há 15  anos. Apesar dos níveis mais altos chegando ao pré-intermediário ou  --, não utilizam o aprendizado com eficácia, faltando preparação para participar de apresentações e eventos do gênero conference calls e recepcionar visitantes, por exemplo. Os millennials, com corte de idade na casa dos 20 ano, têm nível mais elevado, mas sem maturidade profissional, observa Angela:

 

- O que falta para esse grupo é usar o conhecimento da forma mais correta. Faltam as ferramentas para se dirigir e argumentar numa reunião, receber o presidente da empresa. Eles se sentem inibidos. Eles sabem, mas não querem dizer que usam. O que se propõe é uma reativação do conhecimento que a pessoa já tem, de forma eficiente, para determinadas situações.

 

Imagem em alta: Clique aqui!

Terça, 11 Março 2014 21:40

Calendário 2014 - Eventos

 

Prezados alunos e professores:

 Precisamos pensar no nosso novo Calendário de Eventos!

O que vocês sugerem: passeio ecológico, cultural, encontro informal? Locais...

Poste aqui sua sugestão!



 

Cresce número de estrangeiros em cursos de português no Rio

Demanda é grande por conta dos estrangeiros da indústria de óleo e gás.
Empresas oferecem o ensino do idioma a seus profissionais expatriados.

 

Centro de Suporte

Contato

  • Rua Senador Dantas, 118 - 3 andar
    Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • +55 (21) 2272-5450

Sobre o Plan

Plan Idiomas Direcionados

O Plan Idiomas Direcionados é uma empesa focada no ensino de idiomas estrangeiros e para estrangeiros. Saiba mais sobre nossa história.